☼ All One Now ☼

By giving and sharing the best of ourselves we´ll all rise up ☼"Quando souberes o que É Éterno saberás o que é recto"
(Tau-te-King, 16)


quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

: . o mais lindo conto de Natal : . o Príncipe Feliz

Sandra Nascimento

©

http://beijos-de-algodao.blogspot.com/2008/02/o-prncipe-feliz.html

Oscar Wilde escreveu os mais lindos contos infantis do mundo literário, dedicados aos seus filhos , e um deles- O Príncipe Feliz- é, a meu ver, o mais sublime conto de Natal que alguma vez li , o símbolo do Amor e do Desapego Cristãos no seu expoente máximo. A Andorinha, por Amor ao seu Príncipe, outrora, Feliz pela sua vivência numa campânula realmente dourada, mas, agora, profundamente infeliz, porque preso numa mortalha em forma de estátua de bronze, coberta de folhas de ouro e pedras preciosas, de onde observa as misérias do seu povo, sem nada poder fazer, quando outrora corria feliz pelo palácio que julgava espelho do mundo... Alma Real límpida, agora enclausurada, que se despoja, voluntária e sublimemente, de toda e qualquer matéria preciosa que o reveste em prol do mais precioso Bem- o Amor ao Próximo... A Andorinha, dizia eu, nega a instintividade da sobrevivência física, renegando a migração natural para o Egipto em prol da elevação da sua alma. Fica, morre aos pés do seu Grande Amor, já cego, pela doação voluntária das duas safiras, pelas quais observava o que lhe dilacerava o coração- a miséria dos que considerava irmãos, outrora súbditos.


whose golden heart? ©

Derretida a estátua a mando da mente demente de quem venera a matéria, e se ilude com o mundo dos sentidos, Samsara, resiste um coração de chumbo partido pela comoção inultrapassável da morte de um Grande Amor. Ambos- coração de chumbo e o corpo inerte de uma alma livre que, outrora, sobrevoara os céus e cruzara continentes- são arremessados para junto de detritos, demasiado (in)humanos na sua mortalidade...
Deus, na Sua Magnânima e Implacável e Inexorável Justiça, Diz a um dos seus Anjos: ""Traz-me as duas coisas mais preciosas que houver na cidade" (...) E o Anjo trouxe-lhe o coração de chumbo e a ave morta."Escolheste com justeza", disse Deus."Porque no meu jardim do Paraíso, esta pequena ave cantará eternamente e, na minha cidade de ouro, o Príncipe Feliz há-de ver a minha face"".
Só os Eleitos Vêem a Face do Supremo... Ave Caesar, morituri te salutant!
Fiat Lux! Eppur se Muove!

O Príncipe Feliz de Oscar Wilde, tradução de Ana Fontes, Colares Editora.


6 comentários:

gotaelbr disse...

Gostei :))
BOM NATAL!!!!!!!!!!!!

Isabel Metello disse...

Kanimambo, Professor. Um óptimo Natal também para si e todos os seus.
Abraço forte

ABA disse...

Agradeço, sensibilizado, a gentileza.
Feliz Natal, Isabel!

Isabel Metello disse...

ABA, muito obrigada! Sensibilizada também estou pela sua presença :) Abraço forte

Apostol disse...

Muito obrigado por este maravilhoso presente de Natal que me deu. Votos também que o Anjo te veja e te anuncie essa alegria suprema: Paz na Terra aos homens de Boa vontade!

Isabel Metello disse...

Muito obrigada eu, João, pela amabilidade. Paz na Terra, João, Bondade, Pureza de Alma, Desapego, Descentração, tudo o que necessitamos para reencontrarmos a nossa Essência, desvalorizarmos a forma, centrarmo-nos no conteúdo e focarmo-nos na Iluminação interior! Hare Krishna!